Seges realiza 2ª audiência pública sobre projeto Alameda Paiaguás

Seges realiza 2ª audiência pública sobre projeto Alameda Paiaguás

Por JOSÉ MAURIVAL 12/10/2017 - 11:57 hs
Foto: Assessoria

Seges realiza 2ª audiência pública sobre projeto Alameda Paiaguás

http://www.mt.gov.br/mt-portal-theme/images/spacer.png Seges realiza 2ª audiência pública sobre projeto Alameda Paiaguás

Lorena Bruschi Seges-MT 

 

 

O secretário de Estado de Gestão, Júlio Modesto, apresentou nesta quarta-feira (11.10) o projeto da Alameda Paiaguás durante a segunda Audiência Pública para tratar do tema. O novo centro de serviços do Centro Político Administrativo abrigará a nova sede da Escola de Governo, mais ampla e moderna, a Central de Atendimento ao Servidor, além de serviços como lotérica, mercado, academia, agências bancárias, entre outros.

Conforme o gestor, a iniciativa representa a realização de um grande sonho idealizado pelo governador Pedro Taques ainda durante a transição do Governo. Ele afirma que é um projeto feito pelos servidores, para os servidores, com a ampla participação nos processos de consulta e audiências públicas.  

“Este projeto impactará positivamente na vida do servidor, moradores da região, e em toda a economia local. Além da comodidade de trazer pra perto serviços que todos precisam. Ouso dizer que a nova sede da Escola de Governo será uma das mais modernas do país”, aposta.

Modesto ressalta que a nova sede da Escola de Governo será entregue pela empresa vencedora totalmente equipada e mobiliada, trará mais comodidade para o servidor se capacitar e ampliará a capacidade do órgão de ofertar cursos. Está previsto no projeto a troca de 50% do mobiliário a cada quatro anos e de toda a parte de Tecnologia da Informação   

Houve uma pesquisa de opinião e demanda dos servidores antes da modulagem do projeto, que apontou 89% de aprovação. A localização privilegiada, aliada à necessidade dos serviços, trazem praticidade e melhoram a qualidade de vida dos servidores e de moradores da região.

Está previsto o investimnto de R$ 46,4 milhões no empreendimento por meio de uma concessão real de uso da área por 30 anos à empresa vencedora. Também está previsto no projeto R$ 15 milhões para serem gastos em manutenção e melhorias durante a concessão.

Entre os participantes da audiência está o servidor da Seges, Edson Ribeiro, que comemorou o fato do projeto prever o funcionamento também aos finais de semana. Conforme o servidor, os moradores da região também se beneficiarão da Alameda Paiaguás como uma opção de lazer e serviços fora dos dias de expediente.

“Sou um entusiasta do empreendedorismo, e isso aqui é uma coisa extremamente necessária há muitos anos. Eu trabalho aqui e sei que temos a necessidade, temos muita demanda, e como empreendedor acredito que não tem como dar errado”, afirmou.

Transparência

Esta é a segunda Audiência Pública que apresenta o projeto, tirando dúvidas e recebendo sugestões. A primeira ocasião apresentou o empreendimento a potenciais investidores no dia 13 de julho, no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt). Participaram do evento empresários da construção civil e representantes do setor bancário.

 

Foi realizada entre os meses de julho e outubro deste ano a Consulta Pública que possibilitou que empresas interessadas acessassem documentos como o plano de negócios, o edital de concessão da área que abrigará o empreendimento, e a pesquisa de análise de demanda, por meio do site da Seges. Interessados enviaram contribuições, solicitações de esclarecimentos, sugestões e comentários durante o período.